ABEFIN

NOSSO BLOG

IR 2022: Vale a pena antecipar restituição? Confira as condições dos bancos

Por: O Globo

Especialistas alertam que esse tipo de empréstimo nem sempre é vantajoso e recomendam comparar taxas e avaliar orçamento

Faz apenas uma semana desde o início do prazo para que os contribuintes façam a declaração de Imposto de Renda à Receita Federal e os bancos já oferecem a antecipação da restituição. Especialistas afirmam, no entanto, que é preciso ter cautela antes de optar por esse tipo de empréstimo.

Quitar uma dívida, por exemplo, pode ser uma opção em que vale a pena antecipar a restituição. Mas ainda assim é preciso colocar na ponta do lápis os juros da dívida e aqueles cobrados pelo banco nesse tipo de empréstimo.

— Usar esse recurso para consumo, como comprar roupa ou um novo eletrodoméstico, por exemplo, não é vantajoso. Se for para quitar juros, pode valer a pena, já que o contribuinte pode sair de uma dívida cara, com altas taxas, e ter uma vantagem financeira entre os juros que iriam ser pagos e os que serão cobrados na antecipação, mas é preciso analisar com calma — explica Eliana Tanabe, planejadora financeira CFP pela Associação Brasileira de Planejamento Financeiro

Além disso, é importante se assegurar que a declaração está correta: caso caia na malha fina, o contribuinte pode acabar acumulando mais uma dívida.

Jorge Navarro, educador financeiro e franqueado da DSOP Educação Financeir, lembra também que é importante fazer um diagnóstico do orçamento e, se possível, recomenda que parte do recurso da restituição seja guardado para uma possível emergência:

— Quando esse dinheiro entrar, é necessário tratá-lo com muita cautela, já que o momento da economia é muito delicado. O ideal é que uma parte desse dinheiro seja usado para criar alguma reserva.

confira abaixo as regras e condições:

Itaú Unibanco

  • Cidadãos podem contratar até o dia 31 de outubro de 2022.
  • Público: Exclusivo para clientes, mesmo sem limite pré-aprovado, que optarem por receber a restituição do IR no Itaú.
  • Pagamento: parcela única na data de recebimento da restituição ou no vencimento do contrato (21/12/2022), o que acontecer antes.
  • Valores de contratação: mínimo de R$200, máximo varia de R$ 5 mil a R$ 10 mil, dependendo do segmento do cliente.
  • Taxas: a partir de 2% ao mês (varia de acordo com o segmento e relacionamento do cliente com o banco)

Caixa Econômica Federal

  • A operação poderá ser contratada até 30 de setembro.
  • Público: Pessoa física que enviar a declaração do ano vigente à Receita Federal e indicar a Caixa para receber a restituição do imposto.
  • Valores de contratação: limite de crédito disponibilizado é de até 75% do valor da restituição previsto na declaração do IRPF e as condições podem variar conforme avaliação de crédito.
  • Taxas: a partir de 1,78% a.m.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Recentes: