ABEFIN

NOSSO BLOG

Previsão de inflação para 2022 é de alta e reflete no bolso do brasileiro

Por: Paulo Ucelli

O mercado financeiro aumentou, mais uma vez, a projeção da inflação para 2022. De acordo com o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central (BC) em 20 de dezembro, a expectativa é que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, fique em 5,03% no próximo ano.

A inflação impacta diretamente no bolso dos brasileiros, aumentando ou reduzindo o poder de compra e a rentabilidade dos investimentos. Por isso, é necessário acompanhar a evolução do IPCA – que é apurado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – e as mudanças no contexto econômico para tomar decisões mais assertivas.

Poder de compra

O inflação proporciona impacto direto no dia a dia do consumidor. O presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, esclarece que o IPCA é uma média de preços de diferentes produtos. Por isso, o índice costuma ser menor do que a chamada “inflação real”, percebida na hora da compra.

Na prática, a inflação alta significa o encarecimento de produtos e serviços, por vezes, em percentuais muito acima do IPCA. Assim, o consumidor vê uma mesma quantia em dinheiro comprar menos com o passar do tempo.

Outro aspecto que interfere diretamente na vida do consumidor é a alta da taxa Selic – cuja projeção é ser fixada em 11,5% no próximo ano, segundo o Boletim Focus. A alta significa que os juros de um financiamento, de um empréstimo bancário e do uso de cartão de crédito ficam mais caros.

No cenário projetado para 2022, de alta da inflação e da Selic, é aconselhável que os consumidores redobrem os cuidados com as finanças e evitem o endividamento.

A educação financeira pode ser uma boa aliada para o próximo ano. Na internet é possível encontrar conteúdos, em diferentes formatos, que auxiliam a equilibrar as finanças. O site do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) disponibiliza aulas gratuitas sobre o tema.

Investimentos

Quem conseguiu poupar dinheiro e pretende começar a investir no próximo ano pode abrir uma conta em uma plataforma de investimentos. Além de necessária para realizar as operações, as corretoras contam com uma equipe de profissionais que oferece o suporte para a compreensão de quais produtos estão mais atrativos no momento.

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), é preciso avaliar a rentabilidade, a segurança e a liquidez dos investimentos. Além disso, também é recomendável definir o valor que será aplicado, o objetivo com o qual irá investir e a tolerância aos riscos. Juros

Na tentativa de controlar a alta da inflação, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC vem elevando a taxa básica de juros Selic nos últimos meses e isto continuará acontecendo em 2022. Considerando esse cenário, os investimentos em renda fixa, como o Tesouro Direto, o Certificado de Depósito Bancário (CDB), a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são atrativos. Já na renda variável, os fundos de investimento imobiliário (FIIs) são apontados como boas opções.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Recentes: