A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA A LONGEVIDADE

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA
PARA A LONGEVIDADE

O presente trabalho tem por objetivo contribuir com a melhoria da vida de cada brasileiro em sua longevidade, sobretudo no que diz respeito à importância da Educação Financeira, por impactar nos aspectos social e político a sociedade brasileira. Reuni nesta obra os pressupostos e principais conceitos e definições disponíveis em longevidade e suas especificidades, e da ciência Educação Financeira, apresentando-os como subsídios para aqueles que queiram se preparar, independentemente da idade que possuam, para uma vida longínqua saudável. O tema Educação Financeira e Longevidade foi decidido em função de um interesse triplo: pessoal, profissional e acadêmico. Quanto ao problema, foi abordada a falta de conhecimento referente aos conteúdos e aplicabilidade da Educação Financeira com método na vida das pessoas. Ou seja, a ausência de uma metodologia faz com que a maioria das escolhas financeiras não sejam as corretas sob o ponto de vista da sustentabilidade, levando ao comprometimento da saúde financeira e, consequentemente, atingindo as demais saúdes: física, social, espiritual, familiar, mental e profissional, propiciando assim uma longevidade sem qualidade de vida. A Metodologia utilizada foi a abordagem categórico-dedutiva, já que os dados e informações obtidas partem do geral para a identificação das partes específicas relevantes que constituem o universo da Educação Financeira. O material coletado e seu respectivo desenvolvimento constitui uma pesquisa, com 28 questões, realizada de forma online, com 391 respondentes de 21 estados brasileiros, das mais diversas profissões. Os resultados mostram a Importância da Educação Financeira na Longevidade

Autor (a): Ana Rosa Vilches

Ano: 12/2020

Material: Tese e Dissertação

Palavras chave: Educação Financeira, Metodologia DSOP, Longevidade

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA A LONGEVIDADE

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA A LONGEVIDADE

O presente trabalho tem por objetivo contribuir com a melhoria da vida de cada brasileiro em sua longevidade, sobretudo no que diz respeito à importância da Educação Financeira, por impactar nos aspectos social e político a sociedade brasileira. Reuni nesta obra os pressupostos e principais conceitos e definições disponíveis em longevidade e suas especificidades, e da ciência Educação Financeira, apresentando-os como subsídios para aqueles que queiram se preparar, independentemente da idade que possuam, para uma vida longínqua saudável. O tema Educação Financeira e Longevidade foi decidido em função de um interesse triplo: pessoal, profissional e acadêmico. Quanto ao problema, foi abordada a falta de conhecimento referente aos conteúdos e aplicabilidade da Educação Financeira com método na vida das pessoas. Ou seja, a ausência de uma metodologia faz com que a maioria das escolhas financeiras não sejam as corretas sob o ponto de vista da sustentabilidade, levando ao comprometimento da saúde financeira e, consequentemente, atingindo as demais saúdes: física, social, espiritual, familiar, mental e profissional, propiciando assim uma longevidade sem qualidade de vida. A Metodologia utilizada foi a abordagem categórico-dedutiva, já que os dados e informações obtidas partem do geral para a identificação das partes específicas relevantes que constituem o universo da Educação Financeira. O material coletado e seu respectivo desenvolvimento constitui uma pesquisa, com 28 questões, realizada de forma online, com 391 respondentes de 21 estados brasileiros, das mais diversas profissões. Os resultados mostram a Importância da Educação Financeira na Longevidade

Autor (a): Ana Rosa Vilches

Ano:12/2020

Material: Tese e Dissertação

Palavras chave: Educação Financeira, Metodologia DSOP, Longevidade