ABEFIN

NOSSO BLOG

Economista orienta como usar 13º salário antecipado e FGTS

Por: Irlaine Nóbrega / Site: Diário do Pará

Aantecipação do 13º para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), anunciada ontem pelo Governo Federal, foi uma medida tomada para impulsionar a economia. Além disso, está previsto que 40 milhões de trabalhadores tenham a possibilidade de fazer o saque de até R$ 1 mil das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Segundo o Boletim Estatístico da Previdência Social (BEPS), são 711.228 aposentados e pensionistas que devem receber a bonificação. O dinheiro extra é sempre bem-vindo, mas tem de ser utilizado com cuidado para não acabar em um piscar de olhos.

Ana Ferrari, educadora financeira e vice-presidente regional da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), diz que para fazer a parcela extra render, em meio a economia atual, o primeiro passo é utilizar o dinheiro de forma consciente. “O que eu sempre digo é para nunca tomar uma ação imediatista. Pare, pense, verifique o valor que vai entrar, se organize e tome um direcionamento sem ser impulsivo.”

Ferrari lembra que a renda extra pode ser uma oportunidade para quitar as pendências ou comprar algum bem necessário no momento. “De repente é um dinheiro que você não estava esperando e pode guardar para comprar uma coisa mais grandiosa, como, por exemplo, uma geladeira. Fazer o uso consciente é comprar o que realmente precisa dentro de casa. Se guardar esse dinheiro e juntar com outro valor, você consegue dar entrada no que precisa, pode antecipar uma parcela no qual já tem de pagamento”, explicou.

INVESTIMENTOS

Ainda segundo a vice-presidente regional da Abefin, a parcela adicional tem utilidade para aqueles que também pensam em investir o dinheiro para rentabilizar. “O FGTS foi liberado mil reais. Se você já tiver uma segurança financeira, de repente pode colocar em um investimento. Procure o gerente da sua agência e veja qual tipo de investimento quer atuar”, aconselhou “Independentemente do tipo de investimento, se vai ser renda fixa ou na renda variável, vai ser baseado no perfil da pessoa. O que eu sempre falo é nunca deixe dinheiro parado. Conta corrente e poupança não é uma boa ferramenta para rentabilizar. Mas tudo isso de nada adianta se a pessoa não for organizada, não olhar as despesas e fazer os cálculos. Agora o que não pode é sair gastando dinheiro sem saber no que pode ser empregado”, concluiu.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Recentes: