segunda parcela do 13º

Segunda parcela do 13º salário é paga até dia 20 – veja orientações

Muitas pessoas vão utilizar a segunda parcela do 13º salário para fazer as compras de final de ano. Isso não é errado, desde que já tenha sido programado. Afinal de contas, dinheiro extra não deveria ser utilizado para quitar dívidas. O correto é planejar e ter compromissos financeiros que caibam no orçamento mensal.

A segunda parcela do 13º, então, pode ser poupada e investida (para render). Além de destinada à realização de sonhos de curto prazo (a serem realizados em até um ano), médio prazo (de um a dez anos) e longo prazo (acima de dez anos).

 

Clique e faça o teste online e gratuito: futuro rico ou futuro pobre?

 

– Fazer as compras de final de ano

Cinco em cada dez brasileiros pretendem usar o 13º salário nas compras de Natal, segundo pesquisa do SPC Brasil e CNDL. Durante as compras, é preciso ter paciência para pesquisar o mesmo produto em diversas lojas, físicas e online, para garantir o melhor preço. No online, faça suas compras apenas em sites confiáveis.

Em relação aos presentes de Natal, faça uma lista das pessoas que pretende presentear. Inclua o valor que pode gastar com cada uma delas e as formas de pagamento.

 

– Quitar as dívidas com a segunda parcela do 13º

Para aqueles que estão endividados e veem esse dinheiro extra como a solução dos problemas, saiba que ele não é. O ideal é que os compromissos financeiros caibam no orçamento financeiro mensal.

Antes de sair pagando as dívidas, analise todas elas: saiba o total, os juros, os prazos, enfim. Reúna todas as informações possíveis. A partir daí, tente renegociar esses valores com o credor. Veja a possibilidade de usar o 13º para quitar uma dívida e resolver o problema.

 

– Poupar e investir a segunda parcela do 13º

Há pessoas que estão em uma “zona de conforto”, ou seja, não devem, mas também não poupam. A esses, faço um alerta para que ajam com consciência. Um passo em falso pode levá-los ao endividamento e até à inadimplência, uma vez que não possuem reserva financeira para se apoiar.

É claro que cada pessoa usa o 13º salário como bem entender e julgar coerente. No entanto, já que não possui dívidas, é importante que se guarde boa parte dele. Assim poderá formar essa reserva e também para realizar mais sonhos, de agora em diante.

Para os investidores, mesmo que iniciantes, a melhor opção para utilizar o 13º é continuar investindo. Sempre tendo um objetivo estabelecido, seja de curto, médio ou longo prazo.

Posted in Artigos, Autor, Notícias - Abefin - Associação Brasileira de Educadores Financeiros, noticias-abefin, Reinaldo domingos.
Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos

É mestre em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro. Presidente da DSOP Educação Financeira e da Editora DSOP, Presidente da Abefin!

Acesse todos artigos de Reinaldo Domingos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *